Leitores

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Online

“Gatinha underline safada está online agora.”
Nossa, que endereço eletrônico mais sugestivo! Nem me recordo como ela veio parar na minha lista de contatos, mas não dá pra ignorar quando uma gatinha e, ainda por cima safada, aparece assim dando sopa.
_ Olá, tudo bem?
_ Oi, tudo. E com você?
_ Bem também... De onde a conheço?
_ Acho que de algum bate-papo.
Isso não chega a ajudar muito, mas já é um começo. Certamente já conversamos antes, mas não lembro agora. A vida virtual é muito prática, dinâmica e vazia. A gente acaba colecionando contatos só para aumentar nossa lista de “amigos” e depois ninguém faz ideia de onde se conheceram.
_ Qual, seu nome?
_ Melissa.
_ Quantos aninhos?
_ Dezoito. E você? Tecla de onde?
A superficialidade dessa conversa faz parte de um roteiro que sempre recorremos para puxar assunto. Se tudo correr bem, em breve saberemos as preferências um do outro, o signo, o time de futebol e a cor predileta.
_ O que curte?
_ Malhação e balada.
Malhação e balada... Mais uma resposta ensaiada. Uma maneira de se dizer descolada, vaidosa e desprendida. É no mínimo suspeito quando as descrições de nosso contato são tão favoráveis, mas vale a pena deixar rolar e ver onde isso vai chegar.
_ Como você é?
_ Sou morena, olhos azuis, sarada...
_ Nossa, você deve ser linda! Pode ligar a cam?
_ Está com defeito.
_ Hmm, então me mostra uma foto sua.
Ela me enviou a foto... Linda. Absurdamente linda. Maravilhosa. Pra piorar, a danada está de lingerie! Meu coração deu cambalhotas! Olhando de relance ela até lembra aquela atriz norte americana Megan Fox. Peraí... Olhando bem, ela parece muito com a Megan Fox... Ei! Esta é a foto da Megan Fox mesmo! Outra armadilha da Internet: todos somos perfeitos. Montamos personagens com os fragmentos que encontramos espalhados pela rede. Não poderia ficar por baixo, então me descrevi como um guerreiro espartano, só que mais avantajado. Pensei em enviar a foto do Murilo Benício dizendo ser eu, mas preferi manter-me oculto usando no lugar de minha foto a figura de um patinho de borracha.
_ Você me deixou curiosa... Deve ser lindo.
_ É o que mamãe sempre me diz.
_ E ainda por cima tem senso de humor. Gostei de você.
Ela diz isso seguido de alguns “rsrs”, indicando que estava rindo. O papo foi fluindo e não demorou muito para estarmos envolvidos em um clima de sedução e erotismo.
_ Ai, queria sentir você todinho dentro de mim... Você deve ser uma delícia... Me diz o que você faria comigo se eu estivesse aí do seu lado... Tesão...
Quando o clima estava esquentando de verdade, ela pediu um minuto e seu status mudou de disponível para ocupada. Tomei um susto quando meu telefone tocou. Era o Rubens, o Rubão. Capitão do time de futebol do bairro. Deve ter uns quarenta anos ou mais, ostenta um bigodão referto desde quando deu baixa no exército. Homem robusto de comportamento truculento, passos firmes e voz grossa.
_ Fala, Rubão.
_ E aí, cara, beleza? Lembra da mesa de sinuca que encomendei? Chegou ontem! Chega aqui mais tarde para jogarmos! Também comprei duas garrafas de tequila só pra nós! Diversão de macho, que tal?
Empolguei-me com o convite e, ainda com o telefone no ouvido, cliquei para chamar a atenção de Melissa para me despedir. Estranhei a duplicidade do som da campainha...
_ Rubão...
_ Que foi?
_ Que barulho foi esse?
_ Barulho?! Que barulho?
_ Você está no MSN?
_ Eu?! Não, claro que não... Que ideia!
Cliquei mais uma vez para chamar a atenção de Melissa e pude ouvir novamente a reprodução da campainha vindo do outro lado da linha.
_ Rubão, tem certeza que seu computador não está ligado?
_ Ora... É... Tenho, ué!
Chamei a atenção uma vez mais e lá estava novamente a campainha na casa de Rubão.
_ Rubão, este som não seria de alguém chamando sua atenção no MSN?
_ Ah, essa campainha?! É, pois é... É que eu estava online e estão querendo falar comigo, nada de mais...
_ Rubão...
_ O que foi, porra??
_ ...Nada não.
Inventei uma indisposição qualquer e dispensei nossa “diversão de macho”. Melissa volta a estar disponível.
_ Oi, gatinho. Desculpe a demora. Eu estava no telefone. Onde paramos?
_ Melissa...
_ Fala meu gostoso...
_ Você gosta de sinuca e tequila?
“Gatinha underline safada não pode responder agora, pois seu status está definido como offline.”

8 comentários:

Fernanda disse...

Melissa? seria de "cem escovadas antes de dormir"?
rs
rí alto!

Jefferson de Morais disse...

Cliver, eu ri! rs
Muito engraçado!
"Diversão de macho" haha

Cliver disse...

Muito bem observado, Fernanda! Realmente me inspirei na Melissa Panarello e até pensei em dar mais referências a esses respeito, mas deixei no ar a brincadeira e fiquei contente por vc ter percebido.
Jefferson, se quiser rir bastante, visite o blog da Fernanda: http://xduartex.blogspot.com/
Recomendo! Luz e força, amigos!

Fernanda disse...

Aquele livro me marcou... com certeza eu iria lembrar! Sacanagem falar q no meu blog nego vai rir horrores! rs. mas com o q vou postar agora, ou vão rir ou vão querer me levar para uma clínica de reabiliração. rsrsrs

Anne Chalão disse...

Adorei!! rsrs
Ri muito! Desculpe não vir aqui ler seus textos, enquanto vc está sempre comentando os meus! ;)

Beijo!

Alessandro Rabello disse...

rsrsrs Caraca! Rubão fdp.. que nojo!
De Megan Fox para Rubão..puts

Luck santiago disse...

KKKK por favor, entenda como um elogio...
Muito tempo atrás eu me divertia muito com duas crônicas que eram publicadas no jornal O DIA que era comprados diariamente por meu falecido pai, eram elas : O AVESSO DA VIDA e ROMANCE POLICIAL...
Muitos anos se passaram e eu deixei de lê-las e tinha me esquecido de como era divertido... Até agora.
Parabéns pelo talento !

Cliver disse...

Caaaaaaaaaaaaaara!!!! Eu adorava essas crônicas! Era viciado! Meu padrinho sempre comprava o jornal e eu corria para ler! Não tenho dúvidas que se trata de um elogio, e um tremendo elogio, obrigado!! Luz e força!
P.s.: Também sou seu fã!